Proibição do cachimbo de narguilé e ações de atendimento especializado do Professor são cobrados pelo vereador Sargento Azevedo

por Jorge Rafael Marques publicado 09/12/2019 09h20, última modificação 10/12/2019 07h09

Ao apresentar duas indicações nas sessões ordinárias de dezembro na Câmara Municipal, o vereador Sargento Azevedo (PTB) cobrou da Prefeitura e órgãos competentes, através da indicação 72/2019, a proibição da comercialização do cachimbo de água egípcia, conhecido como narguilé, aos menores de dezoito anos, bem como seu consumo e uso em locais públicos.

Na indicação nº 71/2019, Sargento Azevedo o estabelecimento de diretrizes para implantação de ações de atendimento especializado em Saúde do Professor da Rede Municipal de Ensino.